Historia

Botafogo 1955
Primeiro time do Botafogo de Guaianazes posado para a foto de 1955. Em pé: Mateus, Paulinho, Chupão, Antônio, Cavaquinho, Zé Maria e Carlos Magno. Agachados: Tuni, Raimundo, Dão, Tonico e Dengo.

Domingo de futebol. Sol a pino, campo de terra batida, na maioria das vezes esburacado, placar pintado à mão. Josés, pedros, paulos, anônimos apaixonados pela bola, correm de um lado prá outro, sem cansar, sem desanimar, com o único objetivo de chegar ao gol, e sentir sua modesta, mas frenética torcida vibrar. O suor escorre pelo rosto. Não há dinheiro, salário ou patrocínio. Os uniformes são surrados, as chuteiras, gastas. O futebol amador é assim: movido apenas pelo amor à camisa.

Cheios de estilo, os jogadores do Botafogo capricham no visual: O gorrinho na cabeça era moda da época. Time de 1959. A direita, Carioca, o torcedor mais antigo do Botafogo.

Quando soa o apito final, que a bola pára de rolar, os vencedores saem para comemorar suas proezas. Porém, não é difícil ver entre eles, aqueles que minutos atrás, eram seus adversários de jogo. Todos juntos caindo no samba, regado a muita cerveja e churrasco.

Amistosos, torneios, festivais, copas ou campeonatos. Uns mais organizados, outros menos. Uns com prêmios e troféus, outros apenas pelo prazer de jogar. Uns que duram apenas um dia, uma semana, outros, longos meses. O futebol varzeano está em todos os cantos, em todas as esquinas, nas ruas, em campinhos, em estádios.

 

Ginga e amor pela bola são características de todo bom carioca. Admardo Armond não foge à regra: Sua paixão pelo futebol o fez fundar em 5 de abril de 1955, o Grêmio Botafogo Futebol Clube.

Deste modo, em 5 de abril de 1955, surgiu o Grêmio Botafogo Futebol Clube, de Guaianazes. Simples, puro e aparentemente sem maiores pretensões. Fundado por uma família de cariocas que se mudou para São Paulo, mais precisamente, por Admardo Armond.

Armond selecionava os garotos, que acompanhados de seus pais, iam jogar em campos adversários. Os jogadores que formaram o primeiro time do Botafogo foram: Cláudio Bichara, Ely, Orlando, Paulo Armond, Moacir (Bimba), Ubiracir, Jurandir, Dão, Chupão, Fernando, Mingo, Armando Armond, Nestor (Tuni). Sua diretoria era composta por: Admardo Armond - presidente, Antônio Carlos Armond - diretor esportivo, Admardo Armond Júnior - secretário, Domingos Fernandes - tesoureiro. Nessa época ninguém falava em nepotismo e os Armond davam carta e jogavam de mão.

Hoje, 62 anos depois, o Botafogo é um novo clube. O amor à camisa continua inabalável. A estrela solitária continua resplandecendo. Dinheiro, não há muito, mas, eles já contam com alguns patrocinadores, coisa rara no futebol varzeano.

No entanto, o que mais mudou foram suas ambições. O alvinegro de Guaianazes leva à sério todos os campeonatos dos quais participa. Luta, briga, com garra e determinação, pela vitória. E vêem conseguindo! No decorrer desses anos, acumularam importantes títulos, dentre eles, o de Bi-Campeão Varzeano de São Paulo, pela Federação Paulista de Futebol.

Edson, diretor do Gr. Botafogo de Guaianazes.

Olha o Carioca aqui de novo! Ao seu lado está o Airton, técnico do Botafogo há mais de 30 anos.

"A várzea é o último reduto onde ainda existe o amor pelo futebol, onde o combustível é a paixão pela bola", denuncia Édson José de Castro, diretor e torcedor-símbolo do Botafogo.

O Grêmio Botafogo F.C. aproveita este espaço para dedicar uma honrosa homenagem a alguns dos seus ilustres torcedores: Bimba (in memorian), Crispin (in memorian), Rasteirinha (in memorian), Trololó (in memorian), Melão (in memorian), Sr. Canarinho (in memorian), Sr. Cabral (in memorian), Sr. Gil Raposinha (in memorian), José Pedroso Filho (Carioca), Moisés, Zé Mário, Maurício Pintado (Onça) e Fumio (jogador japonês que vestiu a camisa do Botafogo durante 20 anos).

Antônio Carlos Armond, filho de Admardo Armond. O herdeiro real do Botafogo não quis ficar com a coroa, afastou-se da equipe para montar um novo clube: O Brasil F.C.

José Pedroso Filho, o Carioca. Os anos passam e ele continua fiel ao alvinegro de Guaianazes.

O Botafogo sempre marcou presença nos gramados da várzea. Este time de 65 era formado por: Pernambuco, Vava, Armando, Zé, Antônio, Tunico, Leque, Moacir, Olavo, Bino e Rubens.

 

Grêmio Botafogo F.C. Guaianases. 2011 - 2017 @ Todos os direitos reservados. Sede Social: Rua Professor Alexandre Monat, 166/178 - Vila Minerva - Guaianases
São Paulo - SP - Brasil Cep: 08441-370 - Tel: 3451-7242 Campo: Avenida José Pinheiro Borges, snº (Final da Avenida Radial Leste)
Desenvolvimento de sites - WF21

Visitas: